Contos e Histórias: Marianela Núñez

Hoje nossos Contos e Histórias fala de uma bailarina da nossa atualidade: Marianela Núñez. Vem conhecer um pouco mais sobre sua carreia e trajetória no ballet clássico!

Marianela Núñez nasceu no dia 23 de março de 1982, em Buenos Aires, Argentina. Sua mãe a coloca nas aulas de ballet aos três anos de idade e aos seis, ela inicia seus estudos na Teatro Cólon Ballet School e aos quatorze já fazia parte da companhia.

Na companhia do Teatro Cólon, Marianela assumiu papeis no corpo de baile e como solistaem turnês internacionais. Participou também como bailarina convidada, ao lado de Maximiliano Guerra.

Em 1997, Marianela ingressa na Royal Ballet Upper School e logo em seguida, em 1998, entra para a companhia. Em 2000, ela foi promovida a primeira solista e em 2002, como bailarina principal quando tinha 20 anos de idade.

Marianela interpretou diversos papeis, tanto no ballet clássico quanto contemporâneo em obras de artistas como Frederick Ashton, George Balanchine, John Cranko, William Forsythe, Jirí Kylián, Kenneth MacMillan, Wayne McGregor, Ashley Page, Jerome Robbins, Liam Scarlett, Glen Tetley, Will Tuckett, Antony Tudor and Christopher Wheeldon.

Marianela Núñez em Giselle- Reprodução Google

Sem dúvidas, Marianela é uma grande artista e prova disso são os ínumeros prêmios conquistados em sua carreira. Em 2005, ela conquistou o prêmio de melhor bailarina no Critics’ Circle National Dance Awards, repetindo o prêmio em 2012 e 2018. Na Argentina, ela ganhou o Konex de Platino por melhor bailarina da década e o María Ruanova Award em 2011. Já na premiação Olivier Award por Realização extraordinária na dança em 2013, em reconhecimento de suas performances em  Viscera e nos papeis criados para ela em Aeternum e ‘Diana and Actaeon’ (Metamorphosis: Titian 2012).

Marianela em Aeternum- Reprodução Google

Em 2018, sua performance em Giselle, marcou seu vigésimo aniversário na companhia Royal Ballet e o diretor artístico Kevin O’Hare declarou que Marianela é uma das maiores de sua geração.

Além de primeira bailarina da Royal Ballet, Marianela se apresenta no mundo todo como bailarina convidada em companhias como a Vienna State Opera Ballet, American Ballet Theatre, La Scala, Milan, Ballet Estable del Teatro Colón, Ballet Argentino de La Plata e Australian Ballet.

Hoje, Marianela com 38 anos é uma das maiores bailarinas de nosso tempo e continua nos encantando com sua perfeição, paixão e técnica.

Só assistam esse video! Maravilhosa performance em Jewels, ao lado de Thiago Soares.

Gostou de conhecer mais sobre Marianela?

Beijos e até a próxima!